sexta-feira, agosto 11, 2006

Férias II *

Vou de férias, meus amigos, por isso não contem com o meu contributo saboroso neste blog nos próximos tempos!

Não é que isso faça grande diferença! Na realidade o mais provável é que nem notassem a minha ausência (e daí este post), já que ninguém lê esta porcaria a não ser eu e alguns familiares e amigos mais próximos, que o fazem sob coacção física e verbal. O que não deixa de ser verdade que este é um dos blogs de referência, dentro do subconjunto dos que possuem a palavra "pêra" no nome.

Então, se não vamos sentir a tua ausência, se na práctica não passamos de uma mão cheia de familiares e amigos teus, ainda por cima contrariados, porque é que estás a colocar este post, ó meu enorme animal? - pergunta alguém (quem sabe eu, num acesso de esquizofrenia), com curiosidade.

E a resposta é simples: quero que se roam de inveja, seus pelintras! Que mastiguem as pontas dos dedos e chorem, enquanto eu me afasto de toalha na mão e chinelo no pé!

Sim, minha cambada de infelizes, minha vara de porcos pestilentos, meu bando de maltrapilhos, a verdade é que vou visitar locais de sonho, banhar-me em águas quentes de luxuriante azul, provar as mais deliciosas iguarias jamais criadas pelo homem e seduzir inúmeras virgens, jovens e apetecíveis! E tudo isto, enquanto vocês ficam aqui, no meio do calor, dos incêndios, do deficit e da guerra no médio oriente, a suar que nem verdadeiros porcos e a aturar os dislates e as imbecilidades de bestas do calibre do Alberto João, ou os delírios alucinados e em horário nobre de maluquinhos dementes como o inenarrável professor Marcelo!

Quando ouvirem um bêbado obeso, vestido de zulu bêbado e obeso, a berrar "cubanos de merda" com sotaque madeirense, pensem em mim, tranquilo, à sombrinha, a dormir deitado numa rede.

Quando um qualquer processo judicial importantíssimo prescrever, permitindo que todos os culpados, que por acaso também são gajos muito próximos do poder, se safem ao castigo, vizualizem-me, deliciado, a mergulhar num mar azul turquesa, de aspecto magnifico.

Quando encher o depósito do carro for mais caro do que fazer uma guerra prolongada e sanguinária no médio oriente, imaginem o prazer gustativo que vou estar a sentir, enquanto devoro uma requintada iguaria da cozinha mediterrânica.

E depois odeiem-me! Odeiem-me porque eu estarei de férias, lá longe onde o paraíso e a terra se confundem, enquanto vocês estarão aqui, neste cu de onde não se sai, como dizia o mestre do cinema, onde merecem!

É que quando estiver estendido num leito almofadado, rodeado de várias mulheres, tão virgens quanto voluptuosas e prontas a satisfazer todos os meus desejos, a ver o jogo do título num plasma gigante sintonizado num canal de televisão movido a magia negra, onde o Benfica ganha sempre, todos os jogos de todas as competições, não pensarei em vocês, com toda a certeza! Nem muito menos a seguir, quando a desligar...

Depois vingam-se quando eu voltar!

* post relativamente parecido com outro publicado no mágico slb.

2 Comments:

Blogger Ricardo Martins said...

Vais de ferias para o Principado da Fuzeta?

7:56 da tarde  
Anonymous Melissazinha said...

E o Alfredo? Fica?

12:45 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home